Crosslinking

O Crosslinking é uma opção de tratamento menos agressiva que o transplante e indicado para evitar a progressão do Ceratocone, através do aumento da rigidez e da resistência da córnea. Não ocorre alteração estética com o procedimento.

O tratamento demora cerca de 1 hora e meia e é realizado em ambiente cirúrgico, com o paciente deitado e utilizando colírio anestésico.

O paciente vai para casa usando um tampão protetor que é retirado logo no dia seguinte da cirurgia e uma lente de contato terapêutica que é retirada 5 a 7 dias após o procedimento.

O acompanhamento é importante, seguindo corretamente as orientações e utilizando os colírios pós-operatórios. Os retornos são mais frequentes no início e, após o primeiro mês, o paciente deve passar em consulta com 3, 6 e 12 meses pós tratamento.

O que posso sentir após a cirurgia?

Após a cirurgia é comum o olho ficar vermelho e o paciente pode sentir desconforto, lacrimejamento e dor leve a moderada no local. Para isso são prescritos analgésicos e antiinflamatórios (colírio e comprimido).

Após os primeiros 3 dias, os sintomas diminuem muito. Na maioria dos casos, a estabilização da visão ocorre após o primeiro mês, e alguns pacientes podem levar até 3 a 6 meses para melhora completa. Grande parte dos pacientes requer alguma forma de correção visual (óculos ou lentes de contato) após a cirurgia, com objetivo de obter melhor visão.

O que devo fazer após a cirurgia?

Usar os remédios e colírios seguindo a receita médica. Dessa maneira, a recuperação se torna mais rápida e adequada. Recomenda-se evitar exposição à luz solar intensa através do uso de óculos escuros durante pelo menos os 6 primeiros meses para evitar a formação de “manchas” na córnea.

O que posso e o que não posso fazer após a cirurgia?

Você pode: Durante o banho, lavar o rosto e deixar a água escorrer naturalmente no local operado. Ler, escrever e assistir televisão (o uso da visão não prejudica a recuperação da cirurgia). Ingerir os alimentos e os remédios que está habituado no dia a dia.

Não pode: Coçar o olho, deixar de pingar os colírios ou tomar os remédios passados pelo médico após a cirurgia. Lavar o olho operado com água da torneira. Fazer atividades físicas intensas no primeiro mês após a cirurgia.