Injeção intra-ocular

A injeção intra-ocular de medicamentos é o tratamento atual para muitas doenças do olho, entre elas a degeneração macular relacionada à idade e alguns casos de doença da retina pelo diabetes e pela oclusão vascular venosa.

Alguns remédios podem ser injetados dentro do olho, como corticóides ou drogas que inibem o VEGF, uma molécula produzida dentro do olho em alguns tipos de doenças. Hoje em dia existem três drogas que atuam como “anti-VEGF” no Brasil: Avastim® (bevacizumab), Lucentis ® (ranibizumab) e Eylea® (aflibercept). Estas drogas revolucionaram a oftalmologia e hoje em dia ajudam a salvar a visão de milhares de pacientes todos os anos.

Esse tipo de tratamento tem mostrado resultados benéficos, com potencial para diminuir a perda visual e, algumas vezes, até mesmo melhorar a visão dos pacientes dependendo do tipo de doença, gravidade e duração dos sintomas.